Ministra da Defesa da Alemanha defende criação de um exército da União Europeia

© AFP 2022 / Janek SkarzynskiTropas da OTAN participam dos exercícios militares na Polônia
Tropas da OTAN participam dos exercícios militares na Polônia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen, declarou que a União Europeia precisa de seu próprio exército para ampliar as oportunidades do bloco de proteger os interesses comuns europeus em situações de crise.

"O exército europeu, que protege a população da comunidade europeia, precisa não apenas de militares bem equipados, que realizam exercícios conjuntos, mas também a vontade política de defender resolutamente os interesses europeus caso surja uma crise", disse a ministra da Defesa alemã.

Presidente francês, Emmanuel Macron, à esquerda, passa por detrás da Chanceler alemã, Angela Merkel, que se prepara para falar durante conferência de imprensa no encontro da União Europeia, em Bruxelas, na sexta-feira, 15 de dezembro, de 2017. - Sputnik Brasil
Exército da União Europeia? Merkel apoia ideia de Macron e iniciativa ganha força
Von der Leyen afirmou ao jornal Hamburger Abendblatt que o sistema de tomada de decisões no possível futuro exército da União Europeia deve garantir a capacidade do bloco de "agir rapidamente em caso de possíveis operações militares anti-crise".

De acordo com ela, a OTAN teria sempre um papel crucial na garantia da segurança europeia.

Em 6 de novembro, o presidente francês Emmanuel Macron disse que a União Europeia deveria ter um "exército europeu real" independente dos Estados Unidos para poder se defender. Além disso, ele observou que o bloco deve se defender contra a China, a Rússia e até mesmo os Estados Unidos. A chanceler alemã Angela Merkel também apoiou a ideia de criar um exército europeu, enquanto o presidente dos EUA, Donald Trump, criticou a proposta.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала