Turquia considera insuficientes as declarações de Riad sobre o caso de Khashoggi

Nos siga noTelegram
A recente declaração das autoridades da Arábia Saudita sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi é um passo positivo, mas insuficiente, disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

Protesto pela memória de Marielle Franco. - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
8 meses sem resposta: Brasil mata Marielle mais 1 vez ao não desvendar crime, diz Anistia
O Gabinete do Procurador da Arábia Saudita informou quinta-feira que no caso de Khashoggi foram presos no total 21 pessoas, contra 11 deles foram acusados, enquanto que por cinco suspeitos do assassinato do jornalista do Ministério Público exige a pena de morte.

"Vemos a declaração da Arábia Saudita sobre o assassinato de Khashoggi como positiva, mas insuficiente", disse Cavusoglu ao canal TRT.

Jamal Khashoggi foi morto dentro do consulado de seu país em Istambul, quando foi ao local para buscar um documento. Inicialmente, Riad anunciou que Khashoggi havia deixado o local pouco depois de entrar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала