Antes de morrer, tatuador pediu para pendurar sua pele na parede (FOTOS)

CC0 / Pixabay / Tatuador fazendo tatuagem (imagem referencial)
Tatuador fazendo tatuagem (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No Canadá, a viúva de um tatuador pediu para cortar do corpo do marido falecido alguns fragmentos da pele com tatuagens para pendurar na parede, informa Tri-City Herald.

Chris Wenzel, da província canadense de Saskatchewan, morreu dormindo em 28 de outubro por causa de um colite ulcerosa. A esposa, Cheryl, afirma que seu marido, que trabalhava como tatuador e tinha muitos desenhos em seu corpo, queria manter sua pele após a morte. 

No peito e nas costas de Chris havia uma imagem enorme de uma cobra lutando com dois pássaros, enquanto os braços e ombros do homem também estavam completamente cobertos por tatuagens, informa a edição.

Por causa do desejo do homem, seu funeral teve que ser adiado em alguns dias. Cheryl procurou os especialistas da empresa americana Save My Ink Forever (preserve minhas tatuagens para sempre, em tradução livre), que cortaram a camada superior da pele do falecido em cerca de três horas.

"Você não vai queimar ou enterrar pinturas de Picasso, e algumas tatuagens não são inferiores a elas em [termos de] genialidade", explicou Kyle Sherwood, diretor da empresa.

O fragmento da pele com tatuagens é colocado em um quadro atrás do vidro e, tudo isso, pode custar ao cliente até 80 mil dólares (302 mil reais). O site da organização informa que se pode "salvar a história de vida de qualquer pessoa e passar seu legado para as gerações futuras".

Para coletar o dinheiro que faltava, Cheryl, que tem cinco filhos, criou uma campanha de arrecadação financeira. No entanto, em 15 dias, ela conseguiu coletar apenas 2,6 mil dólares (9,9 mil reais).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала