Finlândia investiga falhas nos sistemas de GPS durante manobras da OTAN

© AP Photo / RONI LEHTI / Lehtikuva via AP, FILENavios em Turku, Finlândia durante exercícios militares
Navios em Turku, Finlândia durante exercícios militares - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro finlandês do Interior, Kai Mykkänen, disse à Sputnik ter examinado as falhas do sistema de posicionamento GPS, ocorridos durante os recentes exercícios da OTAN, em uma reunião com o secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev.

"Durante a viagem a Moscou, levantei a questão sobre o mau funcionamento do GPS, especialmente durante a reunião com o secretário de Estado Nikolai Patrushev", disse o político.

F-35 da Força Aérea da Noruega - Sputnik Brasil
Mídia: Rússia pode ter bloqueado GPS na Noruega e Finlândia durante manobras da OTAN
Autoridades concordaram, disse ele, que a Finlândia apresentará informações adicionais à medida que a investigação no país nórdico avança.

"Se a investigação nos der motivos para mais perguntas, nós as faremos", acrescentou o ministro do Interior finlandês.

O ministério das Relações Exteriores da Finlândia, por outro lado, declarou em um comunicado que Helsinque e Moscou estão examinando, através de canais diplomáticos, as falhas do GPS durante os exercícios da OTAN.

O ministério apresentou um relatório sobre o assunto à Comissão dos Assuntos Externos do Parlamento finlandês.

Os exercícios da OTAN foram realizados entre os dias 25 de outubro a 7 de novembro na Finlândia, com a participação de cerca de 50 mil soldados de cerca de trinta países.

Em 6 de novembro, as autoridades aeronáuticas do país nórdico emitiram um alerta sobre perturbações em larga escala do sinal de GPS no norte da Finlândia, que persistiu até a meia-noite do dia seguinte.

Os meios de comunicação noruegueses e finlandeses culparam a Rússia pela suposta sabotagem do GPS durante as manobras da OTAN. O ministério de Relações Exteriores da Finlândia informou à Sputnik que o país investigará a ocorrência.

A Rússia nega as acusações e se manifestou disposta a responder possíveis perguntas relacionadas às alegações do suposto ataque cibernético contra o GPS, se Helsinque e Oslo solicitarem as respostas por meio de canais diplomáticos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала