EUA anunciam 17 sanções contra Arábia Saudita em razão do assassinato de jornalista

© AFP 2022 / Ozan KosePessoas protestam perto do consulado da Arábia Saudita em Istambul após o desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi, 9 de outubro de 2018
Pessoas protestam perto do consulado da Arábia Saudita em Istambul após o desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi, 9 de outubro de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No início desta quinta-feira (15), o procurador saudita Saud al-Mojeb exigiu a pena de morte para cinco dos 11 acusados no caso do assassinato do jornalista saudita em um complexo diplomático da Arábia Saudita em Istambul.

Pessoas seguram sinais durante um protesto na Embaixada da Arábia Saudita sobre o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi. - Sputnik Brasil
França elogia investigação sobre assassinato de Khashoggi
O Tesouro dos EUA deve anunciar sanções contra 17 indivíduos sauditas sobre seus papéis no assassinato de Jamal Khashoggi, disse à Reuters uma fonte com conhecimento da situação.

De acordo com a fonte, as sanções do Tesouro incluirão restrições a Saud al-Qahtani, antigo assessor do príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, bem como a Mohammed Alotaibi, conselheiro geral do consulado da Arábia Saudita em Istambul.

No começo do dia, o escritório do promotor geral saudita exigiu a pena de morte para cinco indivíduos suspeitos de ordenar o assassinato de Khashoggi e executá-lo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала