Especialista revela base para elaboração de novo supercomputador russo

© Sputnik / Alexandr Kryazhev / Abrir o banco de imagensUm supercomputador russo
Um supercomputador russo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está desenvolvendo um supercomputador moderno para projetar novas armas nacionais avançadas. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista em segurança informática Vitaly Vekhov contou sobre o que, na opinião dele, serviria como base para o projeto.

A Rússia está elaborando um novo supercomputador para projetar armas nacionais avançadas, disse Olga Sokolova, diretora-geral do Instituto de Pesquisa e Produção Científica Molniya, que faz parte do consórcio Kalashnikov.

O principal objetivo do projeto é passar a realizar todo o ciclo de desenvolvimento e produção com ajuda de maquinaria e equipamentos nacionais.

Hacker anônimo trabalhando ao computador - Sputnik Brasil
Rússia adota novas medidas contra ataques cibernéticos, revela oficial russo
"Começaremos com mísseis-alvo e depois iremos oferecer essas soluções para toda a indústria russa", comentou Sokolova, acrescentando que já há resultados importantes nesse sentido, mas não divulgou detalhes.

Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista em segurança informática e professor universitário, Vitaly Vekhov, expressou a sua opinião quanto ao que servirá de base ao novo supercomputador.

"Hoje em dia, o complexo militar-industrial desenvolve sistemas de armas especializadas e sistemas perspectivos usando o supercomputador Elbrus, na base do qual será elaborado o novo. Provavelmente, o novo sistema operacional, que incluirá tudo o que de melhor tem o Elbrus, e o novo produto de programação que existe nesta área também estarão na base do novo computador — ele não será criado a partir do nada, como já constatamos", declarou Vekhov.

De acordo com o especialista, o volume de informação está crescendo permanentemente, por isso o complexo militar-industrial está interessado nesta tecnologia e, correspondentemente, participará em seu financiamento.

Espera-se que a Rússia garanta sua segurança cibernética e não dependa de fornecedores de supercomputadores estrangeiros, destacou o especialista, dando sua avaliação positiva sobre a ideia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала