Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

S-300F russo vs SM americano: imprensa compara sistemas navais de defesa antiaérea

© Foto / Press service of the Ministry of Defence of the Russian FederationSistema de defesa antiaérea S-300F (foto de arquivo)
Sistema de defesa antiaérea S-300F (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
A revista norte-americana The National Interest comparou o sistema de defesa antiaérea russo de baseamento naval Fort (S-300F) com os mísseis norte-americanos de defesa antiaérea da família Standart.

A defesa antiaérea é um dos mais importantes elementos de um navio militar, já que os aviões modernos dotados de mísseis antinavio e outras munições guiadas representam uma séria ameaça para a frota, indicou a edição.

Estande da Rosoboronexport (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Empresa estatal registra crescimento da demanda de armamentos russos
De acordo com The National Interest o sistema S-300F de baseamento naval é o principal sistema de defesa antiaérea naval russo, destinado à destruição de alvos de alta velocidade, com grande capacidade de manobra e de pequeno porte que se aproximam a diferentes alturas. Os lançamentos dos mísseis são efetuados a partir de contêineres verticais.

Por sua vez, os navios norte-americanos estão equipados com mísseis de defesa antiaérea Standart de diferentes modificações.

O analista do jornal, Charlie Gao, analisou como os sistemas estão integrados nos sistemas de armamentos dos navios militares.

O míssil norte-americano Standart é usado principalmente como armamento dos navios dotados do lançador unificado Mk-41, como os destróieres da classe Arleigh Burke e os cruzadores de mísseis da classe Ticonderoga. Os mísseis americanos se encontram em contêineres especiais, podendo ser lançados em qualquer ordem.

Caça F-35 da Força Aérea dos Estados Unidos, foto de arquivo - Sputnik Brasil
Relatório do Pentágono revela novos problemas durante testes de certificação do caça F-35
O S-300F tem seus mísseis instalados em tambores, cada um contendo 8 mísseis. Para lançar um míssil, o tambor deve rodar. Assim, isso leva à diminuição da cadência de tiros em comparação com o Mk-41. Entretanto, o S-300F assegura uma cadência de tiros de 3 segundos. O sistema russo é menos universal, conforme a edição, já que, ao contrário do Mk-41, é capaz de utilizar somente mísseis de defesa antiaérea.

Comentando os próprios mísseis dos sistemas, o autor indicou que sua principal característica é o raio de ação. De acordo com o artigo, o míssil norte-americano, modernizado recentemente, ultrapassa o análogo russo em termos de raio. Contudo, o autor do artigo indicou que, já que a principal tarefa da Marinha russa é a defesa do país, os marinheiros militares russos não precisam de mísseis de defesa antiaérea comparáveis com os americanos em termos de alcance.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала