Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Orgulho ou vidas humanas: por que EUA não compram aviões russos para lidar com incêndios?

CC BY 2.0 / Pavel Vanka / Be-200, avião anfíbio russo
Be-200, avião anfíbio russo - Sputnik Brasil
Nos siga no
Todos os anos, os EUA sofrem múltiplos incêndios florestais, mas os aviões usados para extingui-los deixam muito a desejar. De acordo com Stephen Bryen, repórter do Asia Times, a aeronave russa Altair Be-200 é a melhor para lidar com esses desastres. A sua compra ou aluguer seria economicamente benéfica para os EUA e não iria contra as sanções.

Os Estados Unidos nunca construíram aviões para extinguir incêndios, apesar de estes desastres afetarem grandes áreas do país, escreve o jornal.

Incêndio na Califórnia. - Sputnik Brasil
Incêndio nos EUA faz 29 vítimas fatais
Atualmente, os incêndios florestais estão devastando várias localidades da Califórnia. Em 2017, houve 9.827 incêndios no Texas, 9.560 na Califórnia, 5.125 na Carolina do Norte e 3.929 na Geórgia. Mas isso é apenas parte de um quadro maior: muitos outros estados também sofrem frequentes incêndios.

Enquanto isso, os países líderes em combate a incêndios com a ajuda de aviões são o Canadá, a Rússia e o Japão, escreve especialista.

Além de reativos refratários especiais, os incêndios são geralmente extinguidos com água. As aeronaves comuns devem ser carregadas com produtos químicos ou água após cada descarga, o que faz perder muito tempo. Uma opção alternativa são as aeronaves que podem coletar água de reservatórios próximos — lagos, baías, grandes rios — e voltar rapidamente à área afetada. Esta opção economiza muito tempo, valioso quando se trata de um incêndio.

O Canadá produz aviões CL-415 capazes de transportar até 6.100 litros de água ou produtos químicos. Essas aeronaves foram criadas especialmente para extinguir incêndios e já provaram sua eficiência em todo o mundo.

Bombeiros tentando estabelecer controle sobre incêndio florestal, Califórnia - Sputnik Brasil
Incêndio devastador faz Trump declarar estado de emergência na Califórnia (FOTO, VÍDEO)
A aeronave japonesa multifuncional US-2 pode coletar água de reservatórios. Mas, ao mesmo tempo, esses veículos aéreos cumprem outras missões, incluindo busca, resgate e reconhecimento.

Ao mesmo tempo, a China copiou o US-2 e criou sua aeronave AG-600, indica o jornalista. Mas a China tem seus próprios planos para esses aviões, então não está claro se eles serão usados para extinguir incêndios, acrescentou.

Além disso, os aviões japoneses são significativamente mais caros: US$ 113 milhões (R$ 422 milhões) contra US$ 26 milhões (R$ 97 milhões) do canadense CL-415 e cerca de US$ 20 milhões (R$ 74,7 milhões) do russo Be-200, segundo o autor.

O Be-200 Altair russo é uma aeronave multifuncional anfíbia construída especificamente para apagar incêndios, realizar missões de busca e salvamento e transportar passageiros e cargas. É capaz de transportar 12 toneladas de água em oito compartimentos separados. Além disso, seis compartimentos são destinados a carregar produtos químicos.

Incêndio florestal em Guinda, Califórnia (arquivo) - Sputnik Brasil
'É sinistro': incêndio florestal destrói cidade de Paradise na Califórnia (FOTOS, VÍDEOS)
As aeronaves russas são usadas na Europa e na Ásia, inclusive em tais países como a Itália, Portugal, Grécia, Azerbaijão, Israel e Indonésia.

O russo Be-200 voa à velocidade de 700 km/h, em comparação com a velocidade máxima do US-2 japonês de 580 km/h e de 359 km/h do canadense CL-415. Uma maior velocidade permite economizar tempo, o que é muito importante em situações de emergência.

No entanto, apesar de todas essas vantagens, os Estados Unidos não aceitam o Be-200, lamenta o jornalista. Embora tenha um certificado de aprovação europeu, é usado apenas no aeroporto de Santa Maria, na Califórnia.

As autoridades dos EUA geralmente recorrem a 1.000 aeronaves, arrendadas ou próprias, em cada época de incêndios, gastando mais de US$ 250 milhões (933,7 milhões) por ano.

O submarino de ataque rápido da classe Virginia USS California - Sputnik Brasil
EUA criam unidade de treinamento de agressão para simular submarinos russos e chineses
A maioria dos aviões alugados pelo governo foi originalmente projetada para transportar passageiros. Os aviões transformados são caros de manter e geralmente seu estado deixa muito a desejar. Como resultado, ocorrem atrasos, falhas e acidentes.

Não obstante, os Estados Unidos poderiam alugar aeronaves russas. Primeiro, de acordo com o autor do artigo, elas mostraram sua eficiência e a Rússia está disposta a alugá-las. Ademais, esse contrato não contradiria as atuais sanções dos EUA contra a Rússia.

Segundo, existem razões práticas, porque salvar vidas e bens é o objetivo de qualquer combate a incêndios. E, segundo, o avião russo Be-200 é uma das melhores opções em termos de preço e qualidade, portanto não afetaria muito o orçamento dos EUA.

Stephen Bryen acredita que o presidente estadunidense, Donald Trump deveria discutir esse assunto com seu homólogo russo Vladimir Putin.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала