Ex-coronel austríaco é suspeito de espionar para a Rússia, afirma chanceler

CC0 / Unsplash / Viena, Áustria
Viena, Áustria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O chanceler da Áustria, Sebastian Kurz, confirmou que um ex-coronel do Exército austríaco é suspeito de espionar a favor da Rússia. Moscou reagiu e prometeu convocar o embaixador austríaco em Moscou.

Anteriormente, a edição Kronen Zeitung informou que o ex-coronel das Forças Armadas da Áustria Alfred Redl havia sido detido por suspeita de espionar por 20 anos a favor da Rússia. A embaixada russa ainda não comentou a notícia.

Hacker (imagem referencial) - Sputnik Brasil
EUA se preparam para ataque cibernético à Rússia em caso de interferência nas eleições
Segundo os dados da mídia austríaca, o militar coletava para a Rússia informações sobre a Força Aérea do país, sistemas de artilharia, crise migratória, assim como dados detalhados sobre militares austríacos de alta patente.

O chanceler Kurz confirmou os relatos da mídia e disse que, frente às informações, a chefe da diplomacia austríaca, Karin Kneissl, cancelou sua visita à Rússia.

"A ministra das Relações Exteriores já reagiu [às informações sobre as suspeitas], tendo chamado hoje o representante russo ao ministério e cancelado sua visita à Rússia", disse o chanceler austríaco nesta sexta-feira (8).

Viena também exigiu que a parte russa preste informação "transparente" sobre a situação em torno do ex-coronel.

Reagindo às declarações de Viena, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que convocará nesta sexta-feira o embaixador da Áustria, Johannes Aigner.

Os relatos surgem após várias acusações por parte de países ocidentais contra a Rússia de esta alegadamente ter tentado espionar ou hackear organizações internacionais. Assim, no dia 4 de outubro, as autoridades holandesas afirmaram ter frustrado um ataque de hackers contra a Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), que teria sido realizado por cidadãos russos. Também no início de outubro, o Departamento de Justiça dos EUA acusou sete militares da inteligência russa de hackearem agências de doping e outras entidades internacionais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала