Analista: drones se tornam armas perigosas nas mãos de terroristas

Nos siga noTelegram
O Serviço Federal de Segurança russo (FSB) impediu tentativas de ataques terroristas com o uso de drones durante a Copa do Mundo 2018, declarou hoje o diretor do serviço, Aleksandr Bortnikov.

Segundo Botnikov, foram desmantelados sete grupos que planejavam ataques contra torcedores estrangeiros. 

Soldados da artilharia do exército sírio na província de Idlib, no noroeste da Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Exército sírio teria apreendido armas fabricadas nos EUA (VÍDEO, FOTOS)
Os detalhes não foram especificados, sabe-se apenas que as tentativas aconteceram também durante a preparação e a realização de outros "eventos políticos e esportivos em massa".

O diretor do FSB afirmou que a disseminação descontrolada de drones é preocupante porque estes podem ser usados por terroristas. 

O especialista militar Vladimir Bogatyrev, comentando a situação em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, disse que atualmente o uso de veículos aéreos não tripulados está se tornando realidade em operações de reconhecimento para atacar unidades militares e realizar atos terroristas contra estruturas civis. 

"Se não forem tomadas medidas conjuntas para evitar essa ameaça, os veículos aéreos não tripulados usados por terroristas […] podem representar uma séria ameaça tanto para as unidades militares quanto para os civis", ressaltou.

Segundo ele, estão sendo desenvolvidos e testados meios para combater a ameaça dos drones com a ajuda de sistemas de guerra eletrônica e de defesa antiaérea, tendo estes sistemas já sido usados com sucesso na Síria. 

"Pequenos drones estão se tornando diante de nossos olhos um tipo muito perigoso de armas de pequeno porte, que podem ser usadas por terroristas em diversos lugares, inclusive em áreas densamente povoadas", concluiu Bogatyrev.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала