'Resistentes e mortíferos': NI indica 5 vantagens ocultas dos tanques russos

© Sputnik / Anton Denisov / Abrir o banco de imagensTanques russos (o T-90 à esquerda) em polígono militar
Tanques russos (o T-90 à esquerda) em polígono militar - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo indica Charlie Gao, autor do artigo, dedicado aos blindados russos, esses veículos de combate se convertem em armas "resistentes e mortíferas" graças a uma série de características distintivas.

Uma das vantagens destes tanques russos é um sistema de explosão remota Ainet, que aumenta significativamente a eficiência das munições. Esse dispositivo permite incluir dados sobre a distância até o alvo no detonador eletrônico. Graças a isso, o projétil explode no momento mais favorável para destruir o alvo.

Segundo destaca o autor, outra característica vantajosa dos tanques russos é o aparelho de pontaria dublado Sosna-U, integrado por uma metralhadora com rastreador do alvo e câmera termográfica, o que reforça o sistema de controle de tiro e aumenta o poder de fogo do tanque.

Tanque T-14 Armata durante ensaios da Parada de Vitória em Moscou (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
'Diferentes concepções': revista norte-americana compara tanques ocidentais e Armata russo
Ademais, isso permite uma pontaria estável em quaisquer condições climáticas. O aparelho de pontaria dublado permite fazer fogo com o canhão e a metralhadora coaxial em caso de avaria do aparelho de pontaria principal. Além disso, o Sosna-U reduz o número de erros de origem humana.

Ao mesmo tempo, o especialista prestou atenção ao sistema Soda, que protege os tanques de penetração de napalm — um conjunto de líquidos inflamáveis à base de gasolina gelificada, utilizados como armamento militar.

Outra característica destes blindados especialmente destacada pelo autor é o dispositivo de captação de ar instalado a bordo do tanque T-80, em sua parte frontal. A sua estrutura aumenta a entrada de ar no motor e permite melhorar as características funcionais do veículo.

Em conclusão, o autor do artigo apontou para o armamento adicional a bordo do tanque T-90. Em particular, sua metralhadora autônoma de controle remoto pode se tornar vital para a tripulação em caso de confronto com a infantaria ou veículos ligeiros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала