Secretário de Estado: Rússia cria desafios e problemas, enfraquecendo segurança dos EUA

© Sputnik / Ministério da Defesa russoLançamento de mísseis de cruzeiro Kalibr (foto de arquivo)
Lançamento de mísseis de cruzeiro Kalibr (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Washington pretende ter boas relações com Moscou, mas assegura que, primeiramente, os russos devem "mudar seu comportamento", declarou o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em entrevista ao canal de televisão Fox News.

"O presidente [dos EUA, Donald] Trump declarou com firmeza que quer ter boas relações com os russos. Precisamos de que façam algumas coisas, mudem seu comportamento. Eles criam desafios, problemas, enfraquecem a segurança da América [EUA]", afirmou o secretário de Estado.

O presidente de Cuba, Miguel Diaz-Canel (à esquerda) e o presidente da Rússia, Vladimir Putin (à direita), durante encontro em Moscou. - Sputnik Brasil
Rússia e Cuba expressam 'séria preocupação' sobre saída dos EUA do INF
"Necessitamos de que eles [a Rússia] voltem a cumprir os acordos de mísseis e também outros tratados que firmamos antes. Se conseguirmos convencê-los, devemos negociar com eles. Estava fazendo o mesmo quando era chefe da CIA [Agência Central de Inteligência], tinha contato com meu homólogo russo", destacou.

Os EUA e a Rússia fazem acusações mútuas de violarem o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF). Ademais, Washington ameaça sair desse acordo.

"Se conseguirmos realizar negociações que os levem a mudar seu comportamento de tal modo que nada ameace os estadunidenses, estes serão bons laços", concluiu o secretário de Estado.

Alasca - Sputnik Brasil
Rússia deveria retomar o Alasca dos EUA por quebra do Tratado INF, sugere historiador
No dia 20 de outubro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que seu país deixaria o INF, pois, segundo ele, Moscou não estaria respeitando o tratado.

O Kremlin refutou as acusações e acrescentou que a Rússia seria forçada a tomar medidas para garantir sua segurança caso os Estados Unidos deixassem o tratado.

Putin disse que Moscou está pronta para discutir a possível saída dos EUA do INF com os aliados dos EUA sem histeria. O presidente russo também declarou que espera poder falar sobre esse assunto durante seu encontro com Trump em Paris, marcado para o dia 11 de novembro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала