Trump contradiz principal assessor econômico e diz estar próximo de acordo com a China

© AP Photo / FilesO presidente dos EUA, Donald Trump (à esquerda) e o líder chinês, Xi Jinping
O presidente dos EUA, Donald Trump (à esquerda) e o líder chinês, Xi Jinping - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na sexta-feira (2) que as negociações comerciais com a China estão próximas de um acordo. A afirmação contradiz seu principal assessor econômico, Larry Kudlow.

Trump afirmou que está muito próximo de conseguir um acordo com o presidente chinês, Xi Jinping. Trump espera que um desfecho positivo pode ser aguardado para a reunião do G-20, que acontecerá na Argentina no fim do mês.

O presidente dos EUA, Donald Trump, conversa com o presidente chinês, Xi Jinping, durante uma cerimônia de boas-vindas no Grande Salão do Povo em Pequim. - Sputnik Brasil
Trump 'pode puxar o gatilho' com tarifas adicionais a importações chinesas
A afirmação foi dada na Casa Branca, pouco antes do embarque de Trump para um comício da campanha republicana pelas eleições legislativas dos EUA.

A afirmação do presidente norte-americano contradiz o principal assessor econômico do governo, Larry Kudlow. O assessor disse no mesmo dia à CNBC que o acordo estava longe de ser fechado. Ele ainda acrescentou que não está otimista quanto ao acordo e que o governo chinês não havia respondido às exigências comerciais dos EUA.

Kudlow também desmentiu uma reportagem da Bloomberg que afirmava que Trump havia pedido um rascunho dos termos a serem apresentados aos chineses para um acordo. O presidente não confirmou se pediu o não a elaboração desses termos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала