Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Chanceler ucraniano defende que seus cidadãos abram mão do passaporte russo

© Sputnik / Konstantin Chalabov / Abrir o banco de imagensRússia e Ucrânia
Rússia e Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Pavel Klimkin, declarou que, na situação atual, não se pode sequer falar em dupla cidadania com a Rússia.

A Constituição ucraniana proíbe a nacionalidade dupla ou múltipla. Assim, obter a nacionalidade de outro país por opção pode ser motivo para perder a nacionalidade ucraniana.

O deputado Mike Pompeo testemunha perante uma audiência do Senado dos Serviços de Inteligência sobre sua nomeação para chefiar a CIA no Capitólio (arquivo) - Sputnik Brasil
Pompeo alega que Rússia 'não provou ser útil na Ucrânia e Síria'
"Aqueles que têm passaportes russos, que os entreguem,e outros, bem, vamos conversar", disse Klimkin. 

Ele ressaltou que as condições para ter dupla cidadania devem ser claras e é certo que os comandantes militares não poderão tê-las, sua posse não lhes permitirá ocupar certas posições.

O chanceler disse que a discussão sobre a possibilidade de ser nacional de vários países está em andamento.

"No entanto, não podemos nem falar sobre a dupla cidadania com a Rússia quando estamos de fato em guerra", disse ele.

Em 2015, o parlamento da Ucrânia classificou a Rússia um país agressor, acusando-a de interferência nos assuntos internos do país e de participação direta no conflito em Donbass.

Moscou repetidamente insistiu que não faz parte do conflito interno ucraniano e que está interessada na supreação da crise do país vizinho para superar o quanto antes. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала