Rússia é colocada em condições difíceis? Analista comenta implantação de sistema Samarkand

© Sputnik / Pavel Lisitsin / Abrir o banco de imagensKrasukha 4, sistema de guerra eletrônica móvel
Krasukha 4, sistema de guerra eletrônica móvel - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia vai implantar sistemas de guerra eletrônica Samarkand em 13 unidades militares, segundo divulgou a entidade recentemente.

A implantação dos sistemas será realizada em posições estratégicas, incluindo a região europeia de Kaliningrado, devendo estes ser adotados em serviço até novembro de 2019.

O analista militar Aleksandr Zhilin comentou essa mediada em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik

Tanque ruso T-90 armado - Sputnik Brasil
Rússia poderá vender armas a Cuba no valor superior a US$ 50 milhões
"Isso se deve ao fato de que nossos parceiros colocam a Rússia em condições bastante difíceis, considerando, em perspectiva, a retirada dos Estados Unidos do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, assim como a aproximação máxima dos sistemas de ataque dos EUA implantados na Europa Oriental às nossas fronteiras", salientou Zhilin.

Ele acrescentou que "não podemos trabalhar da mesma maneira como os norte-americanos, que no planejamento não levam em consideração a segurança e as perspectivas dos civis".

"Estamos posicionando os sistemas de guerra eletrônica para dificultar as ações do inimigo e até o último momento tentar evitar a fase de guerra sem colocar as pessoas em risco letal, inclusive nos países da Europa Oriental, sob cuja cobertura os norte-americanos implantam seus sistemas de ataque", concluiu o analista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала