- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Vitória de Bolsonaro e reforço de policiamento marcam 2º turno em Lisboa (FOTOS)

© Sputnik / Caroline Ribeiro Brasileiros residentes de Lisboa no 2º turno das eleições presidenciais
Brasileiros residentes de Lisboa no 2º turno das eleições presidenciais - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O candidato Jair Bolsonaro (PSL) venceu o segundo turno das eleições em Lisboa com 64,4% dos votos, é o que apontam os boletins das urnas eletrônicas da capital portuguesa. Bolsonaro teve a maioria dos votos em todas as 27 seções. Fernando Haddad (PT) teve 35,6% dos votos.

Os dados foram enviados pelo Consulado-Geral do Brasil em Lisboa para apuração do TSE em Brasília.

Fernando Haddad, candidato à Presidência do Brasil, discursa durante um comício no Rio de Janeiro, em 1 de outubro de 2018 - Sputnik Brasil
Fernando Haddad vence entre os eleitores brasileiros na França
Dos 21.195 eleitores aptos a votar em Lisboa, apenas 7.699 compareceram. O domingo de votação foi marcado pela tranquilidade. Diferente do primeiro turno, não houve conflitos intensos entre os apoiadores dos candidatos. Muitos eleitores atribuíram a calmaria à presença mais intensa da polícia na área externa do prédio da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local da votação.

"No primeiro turno, a Polícia trabalhou num sistema de rondas e de disposição para chamados no caso de uma eventualidade. Eu até pedi que chamasse em determinados momentos, por precaução, porque havia a presença de manifestantes. Neste segundo, turno eles atuaram com uma presença contínua do lado externo da faculdade", explicou à Sputnik Brasil o Cônsul-Geral do Brasil em Lisboa, José Almeida Pinto.

© Sputnik / Caroline RibeiroPolícia portuguesa (imagem ilustrativa)
Polícia portuguesa (imagem ilustrativa) - Sputnik Brasil
Polícia portuguesa (imagem ilustrativa)
Depois da divulgação dos boletins das urnas, eleitores de Bolsonaro comemoraram. O sergipano Adriano Pacito vive há 12 anos em Portugal, mas só hoje votou pela primeira vez no exterior. Para Adriano "o candidato do PSL "é o que a maioria quer e o que a maioria precisa, que traz segurança, saúde e mais democracia", declarou à Sputnik Brasil.

Zona eleitoral no Chuí, município no Rio Grande do Sul que faz fronteira com o Uruguai. - Sputnik Brasil
Assim transcorreram as eleições no 'fim do Brasil'
Para os apoiadores de Fernando Haddad, o clima ainda é "mais esperançoso do que no primeiro turno", como definiu o jornalista Rodrigo Cruz à Sputnik Brasil.

"A nossa grande tarefa vai ser continuar mobilizados e aproveitar esse momento bonito de mobilização da sociedade brasileira, nem que seja pra acompanhar e fiscalizar o processo democrático independente de qual presidente seja eleito", declara Adriano.

© Sputnik / Caroline RibeiroApoiadores de Fernando Haddad (PT) durante o segundo turno das eleições em Lisboa, Portugal
Apoiadores de Fernando Haddad (PT) durante o segundo turno das eleições em Lisboa, Portugal  - Sputnik Brasil
Apoiadores de Fernando Haddad (PT) durante o segundo turno das eleições em Lisboa, Portugal
Portugal, maior colégio eleitoral da Europa e terceiro no ranking dos 110 países que registram eleitores no exterior, tem 39.118 brasileiros aptos a votar. Além de Lisboa, houve votação nas cidades do Porto, região norte, e Faro, no sul do país.

Acompanhe aqui a transmissão ao vivo das eleições brasileiras

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала