Putin: Moscou ajudará Damasco a eliminar terroristas em Idlib

© Sputnik / Mikhail KlimentyevVladimir Putin and Angela Merkel during Istanbul summit
Vladimir Putin and Angela Merkel during Istanbul summit - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alegou que Moscou pode ajudar Damasco a eliminar a ameaça terrorista em Idlib em caso de provocação.

Além disso, o presidente da Rússia confirmou que Moscou, Paris, Berlim e Ancara assinaram uma declaração conjunta sobre a Síria neste sábado em Istambul.

"A declaração conjunta reflete a vontade da Rússia, Turquia, Alemanha e França de continuar aprofundando a cooperação com objetivo de melhorar a situação na Síria, promover o diálogo sírio e de realizar as reformas necessárias", disse o líder russo durante uma coletiva de imprensa ao final da reunião.

Staffan de Mistura durante um encontro com o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Enviado da ONU: cúpula sobre Síria em Istambul foi útil e produtiva
Putin também pediu para que o comitê constitucional sírio iniciasse os trabalhos o mais breve possível e advertiu que a necessidade de mudança no país árabe é clara.

"Esperamos que o lado turco termine o mais breve possível a evacuação das forças da oposição, das armas pesadas e das unidades militares da zona desmilitarizada", disse o presidente russo.

Vladimir Putin também propôs realizar uma conferência internacional sobre refugiados sírios e observou que, junto com seus colegas, viu a necessidade de expandir o termo "ajuda humanitária".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала