Manuscrito do século XVII ensina como conseguir que uma mulher dance nua

CC0 / / Dança
Dança - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um manuscrito do século XVII, escrito por um conhecido mago, músico popular e curandeiro de Essex, ensinando e dando conselhos sobre diversas áreas da vida - desde capturar pombos em um pátio até como conseguir que uma mulher dance nua -, foi vendido por 22 mil libras (R$ 102 mil), relatou o The Mirror.

O volumoso manuscrito abrange uma miscelânea de assuntos, como remédios, conselhos e feitiços. Em suas impressionantes 476 páginas são compartilhadas dicas práticas sobre como ser agradável e fazer alguém se apaixonar por você, perder peso e até mesmo estimar se "uma pessoa doente morrerá".

Em particular, para fazer com que uma mulher dance nua, o mago sugeriu que se pronunciasse o feitiço "ala aymal" ou o inscrevesse em cera quente. Mas é imprescindível que as palavras sejam proferidas durante a lua cheia.

Em relação à dieta para emagrecer, o autor recomenda que um homem com excesso de peso pode emagrecer se preparar um "caldo de funcho" e o beber diariamente no mínimo durante um mês. 

Para conquistar o amor de uma mulher, o mago sugere uma linha perfeitamente racional de comportamento: o homem deve preparar um caldo com ossos de porco e depois compartilhar a refeição com ela. 

Homem segura caveira com rosas nas mãos durante ritual religioso em Allahabad, na Índia (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Após 1.300 anos, 'feitiço do amor' egípcio é finalmente decifrado (FOTO)
Textualmente, o feitiço é o seguinte: "Escreva seu nome em um pergaminho e o jogue no fogo em que você cozinha um caldo de ervas misturado com ossos de porco e compartilhe com a dama", diz o manuscrito.

Os chamados "homens astutos" (praticantes da medicina popular, da magia popular e da adivinhação) eram respeitados nas Ilhas Britânicas. Eles existiram desde a Idade Média até o início do século XX. Acreditava-se que eles podiam usar seus poderes para localizar criminosos, "mostrar" pessoas desaparecidas ou até encontrar objetos roubados.

A expectativa era que o pergaminho, listado na casa de leilões Toovey, chegasse a centenas de libras, mas acabou sendo vendido por uma soma muito maior a um colecionador privado, disse Charlie Howe, especialista em livros da Toovey.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала