Falha no WhatsApp permitia hackear smartphone ao atender chamada de vídeo

CC0 / / WhatsApp
WhatsApp - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Especialistas do WhatsApp corrigiram recentemente uma falha que permitia hackear o aplicativo quando usuários atendiam a uma chamada de vídeo.

A falha técnica que afetou os aplicativos para Android e iOS foi descoberta no fim de agosto pela especialista Natalie Silvanovich do Project Zero, uma iniciativa do Google, que posteriormente reportou o problema ao WhatsApp, escreve The Telegraph

O problema técnico permitia a hackers travar o smartphone de um usuário, quando este atendesse a uma chamada de vídeo infetada com malwares.

WhatsApp - Sputnik Brasil
Ministério Público quer obrigar Whatsapp a adotar mecanismo contra notícias falsas
A companhia corrigiu a falha, atualizando a versão do aplicativo para Android em 23 de setembro e para iPhone em 3 de outubro. A empresa pertencente ao Facebook também relatou não ter encontrado nenhuma evidência de hackers se aproveitando da vulnerabilidade no aplicativo.

"Estamos rotineiramente envolvidos com pesquisadores de segurança de todo o mundo para garantir que o WhatsApp permaneça seguro e confiável. Prontamente emitimos uma correção para a última versão do WhatsApp para resolver esse problema", disse a porta-voz do app em um e-mail à Reuters.

Vale destacar que a falha esteve presente apenas nas versões para Android e iOS que usam pacotes RTP (Protocolo de Transporte em Tempo Real), sem afetar o WhatsApp Web.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала