Rússia acusa livro sobre Skripal de substituir depoimento formal no caso de envenenamento

© Sputnik / Aleksei Filippov / Abrir o banco de imagensCidade britânica de Salisbury onde Sergei Skripal e sua filha foram envenenados
Cidade britânica de Salisbury onde Sergei Skripal e sua filha foram envenenados - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A embaixada russa em Londres acredita que o livro escrito por um editor da BBC sobre o ex-espião russo envenenado vai ser usado como um depoimento informal sobre o caso de envenenamento de março passado, disse um porta-voz da missão diplomática.

"The Skripal Files" ("Os Arquivos Skripal" em tradução livre), de Mark Urban, deve ser lançado nesta semana. O The Guardian publicou trechos da obra, alegando que o ex-coronel estava relutante em admitir que havia sido alvo do Kremlin e passou por "ajustes psicológicos" quando acordou do coma.

"Ainda estamos nos familiarizando com o conteúdo do livro. Mas seu autor, Mark Urban, é conhecido por ter laços com a inteligência britânica. Isso prova que o livro é um substituto do testemunho de Sergei Skripal em uma aparição ao vivo na televisão como uma testemunha chave no incidente de Salisbury", disse o porta-voz à Sputnik.

Policiais investigando o caso do ex-espião russo Sergei Skripal, em Salisbury (Inglaterra), 13 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Putin: Skripal é um canalha, quanto mais rápido campanha informacional terminar, melhor
O oficial disse ainda que as autoridades britânicas se recusaram repetidamente a cooperar oficialmente com a Rússia no ataque suspeito de nervo na cidade inglesa, em detrimento da investigação. A Rússia, acrescentou, "continuaria a buscar a verdade sobre o envenenamento e apresentaria novos pedidos de divulgação de informações".

Sergei e a filha, Yulia, foram envenenados na cidade britânica de Salisbury no início de março. Londres acusou o Kremlin de coordenar o ataque usando uma substância conhecida como Novichok, um gás altamente letal cuja existência jamais foi comprovada. A Rússia negou participação no ataque, mas isso não impediu que países ocidentais implementasse uma série de novas sanções contra Moscou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала