Rússia tomará outras medidas além da entrega dos S-300 à Síria, diz vice-chanceler

© Sputnik / Pavel Lisitsyn / Abrir o banco de imagensSistema de mísseis S-300
Sistema de mísseis S-300 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os sistemas S-300 que a Rússia acabou de entregar à Síria assegurarão um nível completamente novo de defesa antiaérea do país. A medida será seguida por outras, antes anunciadas pelo Ministério da Defesa russo, comunicou à Sputnik o vice-chanceler Sergei Vershinin.

O diplomata sublinhou que os sistemas russos são destinados antes de tudo a melhorar a defesa síria.

"Os sistemas de mísseis S-300 que foram entregues representam um nível completamente novo de defesa antiaérea, sublinho, defesa. Serão dados outros passos, sobre os quais falou publicamente o ministro da Defesa, Sergei Shoigu", disse Vershinin.

Segundo o vice-chanceler, "isso, naturalmente, muda a situação no terreno".

O diplomata também comentou a recente afirmação da Defesa israelense, que disse estar insatisfeita com a presença dos S-300 na Síria mas que não pode deixar de realizar operações militares neste país. O vice-chanceler expressou a esperança de que Tel Aviv "aja de forma sensata na região".

Sistemas antiaéreos russos S-300 durante o ensaio do desfile militar em Ekaterinburgo (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Ministério: Israel não aprecia S-300 na Síria, mas não pode cessar operações militares ali
Em 24 de setembro, o ministro da Defesa anunciou medidas para aumentar a segurança do contingente militar russo na Síria em resposta ao abate do avião Il-20, pelo qual Moscou responsabilizou Israel.

Em particular, Shoigu afirmou que o país forneceria seus sistemas S-300 ao país árabe e, em 2 de outubro, o ministro informou sobre a implementação da entrega.

Além dos S-300, Moscou prometeu fornecer à Síria modernos sistemas automatizados para os postos de comando da defesa antiaérea, que permitem a monitorização do espaço aéreo. A defesa russa também disse que, nas regiões do mar Mediterrâneo adjacentes à Síria, será efetuada a supressão da navegação por satélite, emissões radioeletrônicas e radares dos aviões de combate que ataquem o território sírio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала