Se EUA usarem caças furtivos na Síria, S-300 russos os detectarão, assegura analista

© Sputnik / Uliana Solovieva / Abrir o banco de imagensSistemas de mísseis S-300
Sistemas de mísseis S-300 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os sistemas antiaéreos S-300, fornecidos pela Rússia à Síria, detectariam os caças americanos F-22 se estes fossem usados, opina o editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona (Defesa Nacional em português), Igor Korotchenko.

A Força Aérea americana provavelmente utilizará caças F-22 e F-16CJ para suprimir e destruir os sistemas de mísseis antiaéreos russos S-300 na Síria, conforme um artigo publicado pelo The Drive. Além disso, os EUA já haviam utilizado os F-22 e F-16CJ durante a fase inicial da campanha militar na Síria, quando ainda não estava muito claro que ações de resposta seriam tomadas pelo governo da Síria em relação ao espaço aéreo.

Diante do envio dos S-300, Washington reassumiu sua estratégia, autorizando novamente a utilização dos F-22 nas regiões sob controle do governo sírio.

Segundo Korotchenko, "[…] os sistemas S-300 e S-400 detectam os caças furtivos, o surgimento dos F-22 ou F-35 no céu da Síria será registrado. Não existem caças "invisíveis". Considerando que foi criado um sistema de defesa antiaérea eficaz, que assegura a segurança da Síria e que as estações de radar monitorarão e detectarão as ações de qualquer aviação militar, o equipamento militar americano será detectado […]".

O sistema de mísseis S-300 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Especialista sobre entrega de S-300 à Síria: agora Israel tem todas as cartas à vista
O envio dos S-300 foi decidido após um avião russo ter sido abatido por engano pelas forças da Síria durante um ataque aéreo efetuado por Israel, ocasionando a morte de 15 militares russos.

Segundo o Ministério da Defesa russo, Israel havia utilizado o avião russo Il-20 como escudo contra os sistemas de defesa antiaérea da Síria. Por sua vez, Israel nega qualquer acusação, alegando que havia alertado a Rússia sobre a missão aérea.

De acordo com Sergei Shoigu, ministro da Defesa da Rússia, as tropas da Síria já estão sendo treinadas para operarem os sistemas S-300 e dentro de três meses terão concluído o treinamento, enfatizando que essa é uma medida que visa a estabilização da região e a proteção dos militares russos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала