Wikipedia bane site coordenado por ex-estrategista de Donald Trump

© SputnikWikipedia.org website
Wikipedia.org website - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os editores da Wikipédia votaram pela proibição do uso do Breitbart, site dirigido pelo ex-estrategista de Donald Trump, Steve Bannon. O motivo "devido à falta de confiabilidade", mesma justificativa para banir também o portal InfoWars e o movimento "Occupy Democrats".

Os editores da Wikipédia alegaram que os dois canais "não deveriam ser usados ​​como referência para fatos" e chamaram o portal InfoWars de "teórico da conspiração e site de notícias falsas", informou a Motherboard da Vice.

"Temos mais de 2.500 links para o Breitbart, muitos deles como fontes em artigos", argumentou o editor que propôs a proibição. "Eu acho que Breitbart não é uma fonte confiável… É minha opinião que não devemos acreditar nada para Breitbart além de pontos estritamente factuais e incontroversos sobre Breitbart sobre os artigos relacionados a Breitbart e seu pessoal."

Microsoft - Sputnik Brasil
Microsoft inicia patrocínio a extensão do navegador de que identifica 'fake news'
A proposta lançou uma enxurrada de discussões entre os editores da Wikipédia, com a maioria defendendo que o Breitbart deveria ser banido, exceto como fonte de opiniões atribuídas ou comentários pertinentes. Assim, Breitbart foi “depreciado”, o que significa que não será mais aceito como fonte de fatos em páginas em inglês.

Outro editor da Wikipedia escreveu que a Breitbart tem uma “reputação de publicação de falsidades, fabricações e distorções gritantes sobre pessoas que se opõe, e não tendo nenhuma estrutura de checagem de fatos significativa”.

"Há um consenso muito claro aqui de que sim, o Breitbart deveria ser obsoleto da mesma forma que o Daily Mail", escreveu o administrador da Wikipedia Fish + Karate em um post anunciando a mudança. Em fevereiro de 2017, a Wikipedia proibiu citações do Mail devido à sua “reputação de verificação de dados, sensacionalismo e fabricação simplificada”.

Fake news - Sputnik Brasil
Trump não está sozinho: maioria nos EUA acha que grande mídia produz 'fake news'
A Wikipedia não bateu o martelo apenas quanto a fontes de direita, no entanto. Os editores também votaram na semana passada para proibir citações factuais do site Occupy Democrats, dizendo que o veículo progressista e ativista não é uma fonte confiável de notícias.

Nem o Breitbart nem Jones comentaram as decisões da Wikipedia. O InfoWars foi recentemente banido de uma variedade de plataformas de mídia social, incluindo Twitter, Facebook e YouTube, devido a violações das regras desses sites.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала