- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Haddad tem rejeição maior do que a de Bolsonaro no Sul, Centro-Oeste e Sudeste

© REUTERS / Rodolfo BuhrerFernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e candidato à presidência do Brasil pelo PT
Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e candidato à presidência do Brasil pelo PT - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A mais recente pesquisa Datafolha, divulgada na última terça-feira (2), mostrou um significativo aumento da rejeição de Fernando Haddad (PT) e um crescimento de Jair Bolsonaro (PSL) nas intenções de voto.

De acordo com o instituto Datafolha, a rejeição de Bolsonaro é a maior em nível nacional, chegando a 45%. Já a rejeição de Haddad subiu de 32% para 41%. 

Candidatos a presidente do Brasil participam de debate na RedeTV! em 17 de agosto de 2018 - Sputnik Brasil
Datafolha: Bolsonaro cresce e atinge 32%, seguido por Haddad com 21%
No entanto, a rejeição do presidenciável petista superou a do candidato do PSL em três regiões (Sul, Sudeste e Centro-Oeste). A rejeição de Haddad subiu de 37% para 52% no Sul; de 35% para 44% no Centro-Oeste; de 25% para 34% no Norte; e de 39% para 47% no Sudeste. 

O candidato do PT continua liderando no Nordeste, apesar de também ter registrado um aumento da rejeição na região, que subiu de 21% para 26% dos entrevistados. 

Bolsonaro e Haddad ficam empatados na margem de erro nas simulações feitas para o segundo turno, mas Bolsonaro aparece na frente com 44% e Haddad com 42%.

As entrevistas foram feitas na terça-feira com 3.240 eleitores de 225 municípios. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала