EUA querem investigação de locais secretos onde Irã desenvolveria tecnologia nuclear

© Sputnik / Anton Bystrov / Abrir o banco de imagensMaquetas de mísseis e foguetes-portadores no território do Museu da Revolução Islâmica e Defesa Sagrada em Teerã, Irã
Maquetas de mísseis e foguetes-portadores no território do Museu da Revolução Islâmica e Defesa Sagrada em Teerã, Irã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos estão pressionando inspetores internacionais para que investiguem as recentes alegações de Israel sobre supostos locais secretos mantidos pelo governo iraniano para armazenar materiais e tecnologias usadas para desenvolver armas nucleares.

Recentemente, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, apresentou à Assembleia Geral das Nações Unidas um dossiê mostrando que Teerã não teria desistido das alegadas ambições de possuir armas de destruição em massa, mantendo inclusive uma instalação secreta para desenvolver esses armamentos, apesar do acordo firmado com vários países em 2015, no qual prometeu manter a transparência de um programa nuclear exclusivamente para fins pacíficos. 

Premiê israelense, Benjamin Netanyahu, apresentando materiais sobre o suposto programa nuclear iraniano em Tel Aviv - Sputnik Brasil
Chancelaria iraniana: o mundo só pode rir das alegações de Netanyahu sobre o Irã na ONU

Agora, de acordo com uma fonte do Departamento de Estado norte-americano ouvida pelo Washington Free Beacon, a Casa Branca está tentando formalizar uma investigação internacional sobre essa denúncia feita pelo líder de Israel. 

"Esperamos que a AIEA [Agência Internacional de Energia Atómica ou Atômica] continue atuando de maneira responsável e oportuna na busca de qualquer informação confiável, incluindo a informação apresentada por Netanyahu, que pode indicar que o Irã está aquém das obrigações de não-proliferação que a AIEA está encarregada de verificar", disse o funcionário do governo americano em caráter de anonimato, sem revelar se Washington realmente acredita nas alegações do premiê israelense, mas destacando que os EUA não teriam qualquer participação no dossiê contra o Irã. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала