Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Síria na ONU acusa Israel de apoio ao terrorismo

© AFP 2021 / Timothy A. ClaryMinistro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, na Assembleia Geral da ONU
Ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, na Assembleia Geral da ONU - Sputnik Brasil
Nos siga no
Israel apoiou grupos terroristas no sul da Síria por meio de "intervenção militar direta" e repetidos ataques contra a república árabe, disse neste sábado o ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem.

"Israel até apoiou grupos terroristas que operavam no sul da Síria protegendo-os através de intervenção militar direta e lançando repetidos ataques aos territórios sírios", disse Muallem, dirigindo-se à 73a Assembléia Geral da ONU.

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visita um posto militar durante uma visita ao Monte Hermon, nas Colinas de Golã sob controle israelense, com vista para a fronteira entre Israel e Síria (foro de arquivo) - Sputnik Brasil
Israel anuncia que continuará agindo contra reforço da presença iraniana na Síria
Durante seu discurso, ele também reiterou a determinação de Damasco em liberar totalmente as Colinas de Golã, ocupadas por Israel até a linha de 4 de junho de 1967, "assim como libertamos o sul da Síria dos terroristas".

Muallem pediu à comunidade internacional que obrigue Israel a cumprir as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, incluindo referentes às Colinas de Golan.

O diplomata também pediu à comunidade internacional que "ajude o povo palestino a estabelecer seu próprio estado independente, com Jerusalém como capital e facilitar o retorno dos refugiados palestinos à sua terra".

Ele também caracterizou como nula e sem efeito a lei "racista" do Estado-nação de Israel e a decisão dos EUA de realocar sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém.

Israel assumiu o controle das Colinas de Golã durante a Guerra dos Seis Dias de 1967, enquanto o parlamento israelense anunciou mais tarde que o território pertencia a Israel. No entanto, as Nações Unidas exortaram Israel a deixar área. Parte do território já foi devolvido à Síria.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала