Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

General sírio aposentado: Força Aérea da Síria terá muitas melhorias além dos S-300

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensUm militar do exército sírio prepara o caça Su-22 da Força Aérea da Síria para o voo na base em Homs
Um militar do exército sírio prepara o caça Su-22 da Força Aérea da Síria para o voo na base em Homs - Sputnik Brasil
Nos siga no
O especialista militar-estratégico e general aposentado sírio, Rada Shariqi, declarou à Sputnik Árabe que a Força Aérea da Síria receberá novas armas e não apenas os sistemas russos S-300.

"Em primeiro lugar, serão entregues novos sistemas de mísseis antiaéreos modernos que garantirão a proteção de todo o território sírio. Em segundo, os equipamentos existentes passarão por modernização. Agora, os sistemas de defesa antiaérea funcionarão como um sistema especial de proteção codificada, portanto, agressor potencial não poderá interferir em seu funcionamento", comentou Shariqi à Sputnik Árabe.

Sistemas de mísseis antiaéreos S-300 - Sputnik Brasil
Sistemas S-300 fornecidos à Síria podem colocar em xeque ações de Israel e dos caças F-35
O especialista observou que essas transformações podem ser executadas com o apoio da Rússia. 

"Muito em breve o sistema de defesa antiaérea distinguirá alvos amigáveis e hostis. Por exemplo, se anteriormente um objeto era definido pelo sistema de defesa antiaérea como um objeto amigável, então, em nenhuma circunstância, ele será identificado de maneira diferente, e, portanto, a possibilidade de um ataque contra ele é excluída", esclareceu. 

O general aposentado acrescentou que, assim que os novos sistemas forem entregues à Síria, a possibilidade de um ataque acidental a seus alvos será descartada.

Quanto aos planos russos para supressão radioeletrônica da navegação por satélite no mar Mediterrâneo adjacente à Síria, Rada Shariqi disse que é uma parte importante da guerra moderna. No entanto, essa ferramenta não será sempre usada, mas apenas em momentos de extrema necessidade, por exemplo, durante um ataque inimigo. 

"Não é necessário usar esse sistema regularmente, porque pode fornecer informações internas a agressores potenciais", concluiu o general aposentado da Força Aérea da Síria.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала