Tribunal norte-coreano pede que o sistema legal internacional remova sanções americanas

© AFP 2022 / Ed Jones Celebração do 70º aniversário da fundação da Coreia do Norte
Celebração do 70º aniversário da fundação da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-diretor do Tribunal Central da Coreia do Norte (Suprema Corte), U Sang Chol, solicitou na terça-feira a criação de um marco legal internacional que visa remova as sanções econômicas dos EUA contra Pyongyang.

European Union foreign policy chief Federica Mogherini - Sputnik Brasil
UE criará mecanismo legal que permitirá fazer negócios com o Irã mesmo com sanções dos EUA
"Eu acho que é necessário criar um marco legal internacional para remover as sanções econômicas dos EUA… A remoção de sanções terá um impacto positivo no desenvolvimento dos países da Ásia-Pacífico, bem como [em assegurar] estabilidade e paz no país", disse o oficial norte-coreano à margem do 10º Fórum Jurídico Internacional dos Estados da Ásia-Pacífico, realizado na cidade russa de Vladivostok.

Ele apontou que as sanções dos EUA eram uma ferramenta de pressão e manipulação.

"Eles [sanções] estão atrapalhando o desenvolvimento social e econômico [da Coreia do Norte]… As sanções anti-coreanas estão destruindo o direito de nossa nação à vida, ao desenvolvimento", observou U.

O funcionário também pediu que os países da região da Ásia-Pacífico avaliem legalmente as ações dos EUA ligadas às sanções contra a Coreia do Norte.

Ele descreveu as sanções dos EUA como uma violação do direito internacional e dos direitos humanos.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas introduziu várias sanções contra a Coreia do Norte em resposta a repetidos lançamentos de mísseis e testes nucleares. O órgão, em particular, restringiu as exportações de petróleo para Pyongyang, proibiu a importação de produtos têxteis da Coreia do Norte, bem como o acesso do país a líquidos gasosos.

Os Estados Unidos estão buscando aumentar as sanções contra a Coreia do Norte, apesar da recente escalada das tensões na Península Coreana, que envolveu várias reuniões entre o líder norte-coreano Kim Jong Un e o presidente sul-coreano Moon Jae-in, bem como a cimeira de Kim com os EUA. Presidente Donald Trump.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала