China teria comprado um país na África?

© AFP 2022 / Gianluigi GuerciaMulher zambiana caminhando ao longo de trilhos nos arredores de Lusaka, Zâmbia (foto de arquivo)
Mulher zambiana caminhando ao longo de trilhos nos arredores de Lusaka, Zâmbia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Zâmbia corre o risco de perder sua soberania devido à sua enorme dívida externa à China, escreve o RT.

Segundo a edição Africa Confidential, a atual crise no país africano se deve à dívida enorme perante empresas e fundos chineses que não é capaz de pagar. O país até poderá ser obrigado a entregar a Pequim a propriedade de suas infraestruturas de transporte e energia, assim como algumas indústrias extrativas promissoras, inclusive de diamantes.

A rede estatal  de rádio e televisão ZNBC já pertence à China, enquanto a empresa de energia estatal ZESCO, que produz 80% da eletricidade na Zâmbia, está a caminho de se tornar propriedade de uma empresa chinesa, sublinha o RT.

Tesouro dos EUA - Sputnik Brasil
Por que China reduz seus investimentos em títulos da dívida pública norte-americana?
Muitas das dívidas têm a ver com projetos de construção ainda financiados pela China. O gigante asiático obriga a Zâmbia a participar com 15% em todos os projetos, aumentando a dívida na progressão geométrica, pois o país simplesmente não tem dinheiro. Assim, se as autoridades zambianas não pagarem os empréstimos, Pequim poderá confiscar os ativos.

A situação fez com que o Reino Unido, Finlândia, Irlanda e Suécia tenham retido 34 milhões de dólares destinados a apoiar iniciativas da Zâmbia em educação e assistência social, pois temem que este dinheiro seja utilizado inapropriadamente, segundo informou a ministra das Finanças do país, Margaret Mwanakatwe.

A dívida externa da Zâmbia aumentou de 8,70 bilhões de dólares no fim de 2017 para 9,37 bilhões em junho deste ano, segundo a Reuters. Além disso, o seu Ministério das Finanças anunciou no fim de agosto que a dívida pública do país atingiu 14,6 bilhões de dólares, ou seja, 53% de seu PIB.

Segundo opina um analista do jornal russo Vzglyad, "na prática os chineses compraram todo o país […], impondo a este dívidas insuportáveis e agora estão prontos a 'receber o lucro'".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала