Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Porta-voz da chancelaria russa: 'Facebook se transformou em arma de inteligência dos EUA'

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensFacebook
Facebook - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Facebook está se transformando em uma ferramenta dos serviços de inteligência dos EUA e uma alavanca para influenciar a política interna de outros Estados, denunciou a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

"O Facebook continua a seguir o caminho da censura mais estrita… [Facebook] — antes apresentado e estabelecido como um meio de comunicação livre e troca de vários tipos de conteúdo —, está sendo transformado em um instrumento das agências de inteligência dos EUA para 'limpar' o espaço informacional de materiais indesejados por Washington", disse em um comunicado a porta-voz da chancelaria russa, Maria Zakharova.

Como exemplo, ela nomeou o acordo entre o Facebook e o Atlantic Council, cujo objetivo é ajudar a monitorar as tentativas de espalhar "desinformação" nas eleições ao redor do mundo.

Logotipo do Facebook com ícones de aplicativos Facebook e Instagram é visto em uma conferência em Bruxelas em 23 de janeiro de 2018 - Sputnik Brasil
Facebook anuncia remoção de 652 contas de conteúdo político ligadas à Rússia e Irã
Ela também chamou o processo de "manipulação e engano", enfatizando que "os ativistas por eleições democráticas livres e a pureza do próprio espaço de informação estão envolvidos em interferências nos assuntos de outros Estados e na disseminação de informações falsas".

Além disso, Zakharova afirmou que, sob o pretexto de combater notícias falsas, o Facebook planejava verificar os dados pessoais dos usuários, bem como coletar materiais de áudio e vídeo.

Após a eleição presidencial de 2016, o Facebook implantou várias medidas para melhorar a transparência, incluindo regras mais rígidas para compra de anúncios, ferramentas de verificação de fatos, vídeos e links, além de adicionar tecnologia para se livrar de contas falsas e melhorar a segurança. 

A força-tarefa começou a funcionar depois dos Estados Unidos acusarem Moscou de usar a rede social para interferir nas eleições presidenciais de 2016, algo que as autoridades russas negam terem feito.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала