Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Lavrov sobre situação em Idlib: Síria tem direito de tirar terroristas de seu território

© REUTERS / AMMAR ABDULLAHAtaque aéreo de Idlib,10 de setembro de 2016
Ataque aéreo de Idlib,10 de setembro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Segundo informou o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, não há dúvidas de que na província de Idlib está sendo planejada uma provocação com uso de armas químicas.

A Rússia possui fatos disso e eles foram entregues à ONU e à Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ).

Embaixador da Síria na ONU Bashar al-Jaafari. - Sputnik Brasil
Síria rebate secretário-geral da ONU por apontar possível 'desastre humanitário' em Idlib
Ele acrescentou que Damasco tem todo o direito de expulsar os terroristas de seu território. 

"Fui perguntado se os acordos entre a Rússia e a Turquia foram alcançados, mas vocês se esqueceram de mencionar a República Árabe Síria. Principalmente o que diz respeito às autoridades legítimas da Síria, que têm todo o direito de preservar sua soberania e expulsar e liquidar [qualquer] ameaça terrorista de seu território", declarou Lavrov, respondendo à pergunta sobre a regularização da situação em Idlib.  

Terroristas se opõem à separação da oposição em Idlib e tentam de todas as maneiras não permitir a saída da posição moderada dessa região, comentou o ministro. 

"Nessa região, nessa zona de desescalada tem que haver separação das oposições militares, prontas para o diálogo com o governo, dos terroristas da organização Frente al-Nusra [proibida na Rússia e em outros países] e outras organizações reconhecidas como terroristas pelo Conselho de Segurança da ONU. Os terroristas se opõem a esta separação", informou. 

Lavrov observou que os terroristas "tentam por meio financeiro e de outras maneiras, incluindo a intimidação, de não permitir que as formações militares que fazem parte da Frente al-Nusra […] saiam dessa região e as obrigam até mesmo a cooperar com eles".

Além disso, ele mencionou que as negociações sobre a criação dos corredores humanitárias na província síria de Idlib estão em andamento. 

Bombardeio ao Iêmen. - Sputnik Brasil
EUA realizaram 6 ataques aéreos contra Al-Qaeda no Iêmen
"Ontem, o ministro sírio mais uma vez enfatizou que o governo da Síria faz tentativas de estabelecer pacificação local na área de Idlib para chegar a um acordo com aqueles povoados, com aqueles bairros de cidades, onde as autoridades locais se demonstram prontas para isso, ou com aqueles que controlam o território", disse o ministro. 

"As negociações sobre a criação dos corredores humanitários também estão em andamento", acrescentou. 

O chanceler russo salientou que Moscou está pronta para fortalecer a cooperação mútua entre a Rússia e os EUA em relação à Síria – tanto no setor militar como político.

"Estamos interessados em garantir que a nossa cooperação sobre a resolução da crise naquela parte do Oriente Médio e do norte da África seja mais objetiva, mais focada para a regularização do acordo, inclusive no setor político", ressaltou. 

"Estaremos prontos para avançar naquela direção, enquanto o lado americano considerar isso possível para nós", acrescentou o ministro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала