Embaixador russo nos EUA: Moscou não ganha nada com morte de Zakharchenko

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensEmbaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov
Embaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O embaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov, declarou que a Rússia não tem nada a ganhar com a morte do líder da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Aleksandr Zakharchenko, morto em um atentado terrorista nesta sexta-feira.

O Líder da República Popular de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, foi morto nesta sexta-feira, vítima de uma explosão no restaurante Separ. 

A imprensa ucraniana, ao cobrir o caso, citou o representante do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), que apontou para a "mão de Moscou" para explicar o crime.

"Posso dizer com toda clareza que, obviamente, isso não confirgura vantagem para nós em nenhum cenário", afirmou o embaixador da Rússia em entrevista à emissora Rossiya 1.

Soldados da milícia popular de Donetsk - Sputnik Brasil
República Popular de Donetsk: suspeitos de assassinar Zakharchenko foram detidos
Além disso, o embaixador disse estar ansioso para se reunir com o representante especial dos EUA para as negociações na Ucrânia, Kurt Volker, para lhe comunicar que a Rússia está pronta para discutir de forma construtiva os acordos de Minsk, apesar da instabilidade na região.

"Antes de partir para Washington, tive a oportunidade de me encontrar com [o assessor presidencial russo Vladislav] Surkov, que está determinado a continuar seus contatos com seu colega, o embaixador Volker", disse Antonov. "Estou ansioso para uma reunião com Volker para transmitir esta mensagem diretamente a ele e para confirmar a disposição da parte russa para um diálogo construtivo sobre o que podemos fazer juntos para salvar e não permitir a destruição dos acordos de Minsk".

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала