República Popular de Donetsk: suspeitos de assassinar Zakharchenko foram detidos

© Sputnik / Dan Levy / Abrir o banco de imagensSoldados da milícia popular de Donetsk
Soldados da milícia popular de Donetsk - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os suspeitos pelo assassinato do líder da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Aleksandr Zakharchenko, foram detidos, segundo informou nesta sexta-feira o conselheiro do político morto, Aleksandr Kazakov.

"No momento, declaramos estado de emergência em toda a república. As fronteiras estão fechadas e suspeitos pela realização desse atentado terrorista já foram detidos", disse Kazakov para a emissora Rossiya 1.

Aleksandr Zakharchenko, líder da República Popular de Donetsk (RPD) - Sputnik Brasil
Líder da República Popular de Donetsk morre na sequência de explosão
O Líder da República Popular de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, foi morto nesta sexta-feira, vítima de uma explosão no restaurante Separ. 

O presidente do Conselho Popular de Donetsk, Denis Pushilin, afirmou que o assassinato de Zakharchenko foi organizado pela parte ucraniana.

Pushilin assegurou que "Donetsk vai se vingar desse crime".

O líder da República Popular de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, tinha 42 anos e quatro filhos. A sua carreira profissional começou como eletromecânico em uma mina ucraniana. Depois, o político se debruçou sobre as atividades empresariais relacionadas à produção de carvão. Em 2010, Zakharchenko encabeçou uma filial da organização pública Oplot criada em Donetsk. Já em maio de 2014 desempenhou um papel crucial no decorrer dos protestos no leste ucraniano, sendo eleito o chefe da república autoproclamada de Donetsk que, junto com a de Lugansk, recusou aceitar novas autoridades ucranianas, estabelecidas no poder em resultado dos acontecimentos na Praça Maidan em fevereiro de 2014.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала