Jornalista retorna para a Alemanha após ser presa na Turquia sob acusação de terrorismo

© REUTERS / Ralph OrlowskiJornalista turco-alemã Mesale Tolu, detida na Turquia em 2017 sob acusações de terrorismo
Jornalista turco-alemã Mesale Tolu, detida na Turquia em 2017 sob acusações de terrorismo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A jornalista turco-alemã Mesale Tolu chegou à Alemanha depois que uma corte da Turquia decidiu suspender uma proibição de viagem que havia sido imposta contra ela, segundo informou a mídia local neste domingo.

Tolu, funcionária da agência, foi presa na Turquia em maio do ano passado sob acusações relacionadas a terrorismo. Ela foi libertada em dezembro, mas impedida de deixar o país. No último dia 20, um tribunal local decidiu retirar a proibição. 

A chanceler alemã, Angela Merkel, à direita, e o primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, à esquerda, durante uma entrevista coletiva após uma reunião na Chancelaria em Berlim. - Sputnik Brasil
Alemanha suspende sanções e aviso de viagem contra a Turquia

De acordo com o Welt, ao chegar à Alemanha, a jornalista disse em coletiva de imprensa, neste domingo, que centenas de colegas de profissão, estudantes e ativistas seguem encarcerados na Turquia por fazer oposição ao governo. Ela terá de retornar à Turquia para participar das audiências sobre o caso, que será julgado em outubro.

Diversos cidadãos alemães, incluindo jornalistas e ativistas de direitos humanos, foram detidos na Turquia sob acusação de terrorismo no ano passado, em meio à deterioração dos laços entre os dois países, provocada pela condenação de Berlim das prisões em massa realizadas por Ancara após a tentativa frustrada de golpe de Estado na Turquia em 2016. Autoridades alemãs argumentaram que as prisões foram ilegais e que os sistemas de segurança e judiciário da Turquia estavam comprometidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала