Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

‘Os direitos da Palestina não estão à venda': parlamentar palestina acusa EUA de chantagem

© REUTERS / Ariel Schalit/PoolPresidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Presidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu - Sputnik Brasil
Nos siga no
A decisão dos EUA de retirar US$ 200 milhões de financiamento direcionado a programas humanitários na Palestina foi considerada uma tentativa de chantagem por uma parlamentar palestina.

Hanah Ashrawi, membro da Organização pela Liberação da Palestina, em entrevista à Sputnik, disse:

"O governo dos EUA está demonstrando o uso flagrante de chantagem como um instrumento político […]. Os direitos da Palestina não estão à venda".

Manifestantes iraquianos queimando as bandeiras dos EUA e de Israel como gesto de apoio à Palestina - Sputnik Brasil
EUA cancelam ajuda de US$ 200 milhões à Palestina
Ela disse que os EUA, um forte aliado de Israel, está punindo aqueles que já estão sofrendo sob a ocupação de Israel.

O dinheiro iria para palestinos em áreas ocupadas por Israel na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

O Departamento de Estado dos EUA disse que a ordem de suspensão dos fundos partiu diretamente do presidente Donald Trump, que em janeiro já havia bloqueado o envio de US$ 65 milhões para uma agência da ONU voltada ao trabalho com refugiados palestinos. O valor representa mais da metade do que estava reservado para a agência.

 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала