Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Analista militar: muitos países da OTAN desejarão ter novo fuzil de assalto Kalashnikov

© Foto / Kalashnikov MediaFuzil de assalto AK-308 apresentado pelo consórcio russo
Fuzil de assalto AK-308 apresentado pelo consórcio russo - Sputnik Brasil
Nos siga no
Novo fuzil de assalto AK-308 com calibre padrão usado na OTAN é lançado pelo consórcio russo Kalashnikov.

Segundo comunicado da imprensa, o consórcio destaca que o novo fuzil de assalto AK-308 de calibre 7,62 mm está sendo preparado para a fase de testes.

Presidente iraniano, Hassan Rouhani, saudando os pilotos do primeiro caça produzido no país antes da cerimônia de inauguração, Teerã, 21 de agosto de 2018 - Sputnik Brasil
Irã apresenta 1º caça completamente produzido no país (FOTOS)
"A arma foi feita com base no rifle de assalto AK-103 para a munição 7,62x51 mm com elementos e componentes do AK-12. No momento, os preparativos para testes preliminares estão em andamento", disse o comunicado.

O consórcio acrescentou que a nova arma possui um carregador de 20 cartuchos, pesando 4,3 kg sem o carregador de munição. O comprimento total é de 880 a 940 milímetros e o comprimento do cano é de 415 mm.

O analista militar Viktor Baranets, em entrevista concedida ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou as particularidades da nova arma. 

"Qualquer arma singular está sujeita à modernização contínua. O fuzil de assalto Kalashnikov é um desses itens. Mencionarei apenas algumas características interessantes: algumas peças pesadas foram substituídas – o fuzil ficou mais leve. Há uma inovação no fornecimento de gás e a alça de mira foi alterada. Além disso, o fuzil tem calibre padrão da OTAN, indicando, assim, que esta arma é projetada para o mercado externo", disse o analista. 

"Se considerarmos que não há mais armas no mundo que seriam comparadas ao Kalashnikov em termos de características táticas e técnicas, certamente muitos países da OTAN desejarão ter esta arma, comprovando a credibilidade da Rússia e da nossa indústria de armas", concluiu Baranets.

No início do ano, o Ministério da Defesa da Rússia adotou os fuzis de assalto AK-12 e AK-15. Eles são recomendados para as Forças Terrestres, Corpo de Fuzileiros Navais e Forças Aerotransportadas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала