Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Ameaças e pressão por parte dos EUA levarão somente ao caos', diz chanceler turco

© AFP 2021 / ADEM ALTANMinistro de Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu
Ministro de Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu - Sputnik Brasil
Nos siga no
Nesta terça-feira (14), o chanceler russo, Sergei Lavrov, teve um encontro com seu homólogo turco, Mevlut Cavusoglu. Os ministros abordaram vários aspetos da colaboração entre os seus países, bem como importantes questões internacionais.

O chanceler russo assinalou que Moscou "aprecia altamente" a recusa de Ancara de apoiar as sanções impostas à Rússia, frisando que, no que se refere à política externa, "a Rússia e a Turquia seguem um curso independente". 

Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fala aos membros do seu partido, em 24 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Rússia teria avisado Turquia de golpe militar no país, comunica mídia iraniana
Os dois lados reafirmaram também a prontidão de reforçar a parceria estratégica em assuntos internacionais.

Lavrov e Cavusoglu abordaram a situação na Síria, dando especial atenção à situação na zona de desescalada de Idlib. O chanceler russo comunicou aos jornalistas que os dois lados falaram sobre a eliminação dos últimos grupos terroristas no território do país árabe. 

"Quanto à Síria, discutimos através de vários canais as questões de ultrapassar a resistência dos últimos grupos terroristas, bem como as questões de regresso à vida pacífica da oposição armada que se opõe a métodos terroristas. Discutimos também o completo cumprimento dos acordos quanto às zonas de desescalada, inclusive em Iblid", assinalou Lavrov. 

Sergei Lavrov destacou também que a prontidão do Irã, da Turquia e da Rússia para realizar conversações levou a uma mudança radical na luta contra os terroristas na Síria.

Barras de ouro - Sputnik Brasil
Por que Rússia e Turquia se livram dos títulos do Tesouro dos EUA e optam pelo ouro?
Além disso, o chanceler russo frisou que Moscou considera como ilegítima a política de endurecimento de sanções por parte dos EUA, que Lavrov descreveu como "tentativa de dominar em tudo e em todo o lado".

"Consideramos [a política de endurecimento das sanções] como ilegítima […], ela mostra o desejo de dominar em tudo e em todo o lado, de ditar a sua política nos assuntos internacionais sem a conciliar com ninguém, a fim de assegurar a supremacia nos mercados mundiais e benefícios unilaterais para as suas empresas", frisou.

Sergei Lavrov acrescentou que as sanções norte-americanas contra a Turquia violam também todos os princípios do comércio mundial. 

Por sua vez, Mevlut Cavusoglu apelou aos EUA para que os problemas entre Ancara e Washington sejam resolvidos através do diálogo, uma vez que "as ameaças e pressão por parte dos EUA levarão somente ao caos". 

Sistemas russos de defesa antiaérea S-400 - Sputnik Brasil
Ocidente está despreparado para aproximação da Turquia à Rússia, opina analista
Seu homólogo russo indicou ainda que os abusos em usar o dólar como moeda de reserva internacional levará ao enfraquecimento do mesmo. 

"Tenho a certeza de que o gravíssimo abuso na utilização do dólar como moeda de reserva internacional levará a seu enfraquecimento e desvalorização, enquanto cada vez mais países, inclusive os não afetados pelas sanções norte-americanas, passarão, pelo sim pelo não, a abandonar o dólar, optando por parceiros mais seguros", afirmou.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала