China protesta contra Ato de Autorização de Defesa Nacional dos EUA

© AFP 2022 / NICOLAS ASFOURIO porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang fala durante uma coletiva de imprensa em Pequim, em 13 de julho de 2016
O porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang fala durante uma coletiva de imprensa em Pequim, em 13 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores chinês manifestou nesta terça-feira a indignação de Pequim diante da divulgação do Ato de Autorização de Defesa dos EUA de 2019, devido ao conteúdo negativo em relação à China.

"A parte chinesa expressou repetidamente sua posição sobre esse assunto e fez representações à parte norte-americana. Nós expressamos nossa forte insatisfação com o fato de os Estados Unidos, apesar dos protestos da China, adotou e assinou o Ato de Autorização de Defesa Nacional, que contém linguagem negativa em relação à China", afirmou o porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang.

Ogiva hipersônica, imagem ilustrativa - Sputnik Brasil
Força Aérea dos EUA libera US$ 480 milhões para protótipo de arma hipersônica

O documento em questão, assinado na última segunda-feira pelo presidente norte-americano, Donald Trump, faz inúmeras menções à República Popular da China, frenquentemente descrita como uma adversária e uma possível ameaça à segurança nacional dos EUA.

"Nós exortamos os EUA a abandonar a mentalidade de Guerra Fria e o conceito de jogo de soma zero, para tratar corretamente a China e as relações entre China e EUA", disse Kang, pedindo o fim da adoção de declarações oficiais negativas sobre Pequim. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала