Quando outras moedas fazem questão de se posicionar contra dólar

© Sputnik / Vitaly Podvitsky Quando outras moedas fazem questão de se posicionar contra dólar
Quando outras moedas fazem questão de se posicionar contra dólar - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na sexta-feira (10), Donald Trump anunciou ter elevado tarifas das importações de alumínio e aço da Turquia, para 20% e 50%, respectivamente, o que provocou uma forte desvalorização da moeda turca. Porém, o presidente turco recomentou que cidadãos fiquem tranquilos, prometendo resolver a situação da moeda com ajuda de taxa de câmbio.

O líder da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, também afirmou no sábado (11) que Ancara está se preparando para usar moeda nacional no comércio com seus maiores parceiros como a China, a Rússia, Irã e Ucrânia.

Mais cedo, o Departamento de Estado norte-americano anunciou que adotará novas sanções antirrussas devido a sua suposta participação no envenenamento do ex-agente Sergei Skripal e sua filha em Salisbury, incluindo novas sanções contra a dívida estatal e renomados bancos estatais russos. Em meio às notícias, o rublo caiu frente à moeda nacional norte-americana — um dólar equivaleu a 68 rublos pela primeira vez desde abril 2018.

Kremlin, por sua vez, afirmou que a Rússia é a favor do comércio com outros países em moedas nacionais ao invés do dólar e que já várias vezes abordou este assunto a níveis mais altos, inclusive nas negociações com a Turquia.

Ao mesmo tempo, analistas americanos acreditam que as novas restrições antirrussas vão "criar barreiras" entre os EUA e a Europa, desestabilizando o mercado energético e financeiro, afetando assim os próprios Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала