Governo da Venezuela solicita à Colômbia extradição do deputado Julio Borges

Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, disse em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira (9) que o governo pediu à Colômbia a extradição do deputado Julio Borges e outros quatro envolvidos no fracassado ataque contra o presidente Nicolás Maduro.

"Pedimos a extradição do coronel reformado Oswaldo Valentín Garcia Palomo, Gregorio José Yaguas Monje, do funcionário de migração da Colômbia, Mauricio Jiménez Pinzón, Yilbert Escalona Torrealba, conhecido como pastor, e Julio Borges", disse o ministro das Relações Exteriores.

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela - Sputnik Brasil
Parlamentares perdem imunidade na Venezuela após atentado contra Nicolás Maduro
O governo da Venezuela iniciou os procedimentos necessários para extraditar todos os envolvidos no atentado fracassado contra o presidente Nicolás Maduro, no sábado 4 de agosto, durante um ato militar, disse o ministro da Comunicação e Informação, Jorge Rodríguez, em entrevista coletiva.

"A República Bolivariana da Venezuela o Governo do Presidente Nicolás Maduro ativou os mecanismos diplomáticos e legais para que os criminosos, assassinos, assassinos extraterritoriais da Venezuela e envolvidos nos eventos de 4 de agosto (…) possam responder Justiça venezuelana ", acrescentou Rodriguez.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала