Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

8 adolescentes brasileiros continuam separados dos pais em abrigos nos EUA

© AP Photo / U.S. Customs and Border Protection's Rio Grande Valley SectorCrianças de imigrantes ilegais que foram presos ao tentar entrar nos EUA são separadas das famílias e colocadas em jaulas.
Crianças de imigrantes ilegais que foram presos ao tentar entrar nos EUA são separadas das famílias e colocadas em jaulas. - Sputnik Brasil
Nos siga no

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou nesta terça-feira (7) que 8 menores brasileiros continuam detidos em abrigos norte-americanos por tentativa de entrar ilegalmente no país. 

Melania Trump com alunos de uma escola primária em Tóquio - Sputnik Brasil
Melania Trump diz 'detestar' nova política de tolerância zero com migrantes ilegais
Anteriormente, mais de 50 adolescentes estavam detidos separadas dos seus pais, acusados de entrar ilegalmente nos EUA, mas a situação dos 8 menores que ainda permanecem em abrigos é diferente pois são acusados de entrar no país sem a companhia dos pais.    

A diplomacia brasileira alertou os cidadãos que desejam viajar ilegalmente para os EUA, destacando que podem ficar presos no país. 

“O Portal Consular conta com orientações gerais para quem vai viajar ao exterior e alerta que os cidadãos que buscam imigrar ilegalmente podem acabar presos naquele país”, informou a chancelaria do Brasil.

De acordo com o Itamaraty, citado pela Agência Braisl, quem deseja viajar para o país deve verificar as exigências de visto necessárias. 

A Lei da Intolerância Zera dos EUA ainda mantém cerca de 700 crianças e adolescentes que foram separados de seus pais. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала