Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

China lança estação espacial Tiangong em 2022 e poderá receber astronautas estrangeiros

© NASA . NASA, ESAAglomerado estelar aberto NGC 3603 situado no braço espiral de Carina-Sagitário, na Via Látea, a cerca de 20 mil anos-luz de distância do Sistema Solar
Aglomerado estelar aberto NGC 3603 situado no braço espiral de Carina-Sagitário, na Via Látea, a cerca de 20 mil anos-luz de distância do Sistema Solar - Sputnik Brasil
Nos siga no
A estação espacial chinesa Tiangong, ou o Palácio Celestial, deve ser inaugurada em 2022. A instalação, que deve aderir a padrões semelhantes aos da Estação Espacial Internacional (ISS), será aberta a astronautas estrangeiros.

Maior que a estação espacial russa Mir de 140 toneladas, o Tiangong consistirá de um módulo central e duas cabines de laboratório, grandes o suficiente para acomodar de três a seis astronautas. Ambas as estações espaciais da ISS e da Mir abrigaram astronautas internacionais.

"Há apenas um punhado de países capazes de enviar uma estação espacial para órbita. É um programa massivo que demonstra as abrangentes capacidades científicas e tecnológicas da China", disse Zhang Baoxin, especialista em aviação e militar da China Aviation News em maio.

"A Tiangong permitirá que a China tenha um laboratório espacial para realizar experiências científicas sucessivas", disse Zhang.

Espaço (imagem referencial) - Sputnik Brasil
NASA compartilha FOTO do 'fantasma espacial'
A estação espacial também será equipada com um telescópio de levantamento sinóptico, que deve ter uma resolução tão alta quanto o Telescópio Espacial Hubble. Sinóptico é usado para descrever observações que fornecem uma visão ampla de um assunto em um determinado momento.

A Tiangong também incluirá dois módulos de cabine de laboratório com ambientes pressurizados para conduzir experimentos de queda livre e microgravidade.

No mês passado, a empresa de lançamentos espaciais LandSpace, de Pequim, revelou que seu Suzaku No. 2, o maior foguete de propriedade privada desenvolvido no país até agora, será lançado em 2020.

A empresa, que também é conhecida como Beijing Blue Arrow Space Technology, planeja concluir testes de solo para o foguete de metano de oxigênio líquido de tamanho médio em 2019. Os primeiros voos devem ocorrer em 2020, informou o Asia Times no mês passado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала