China confirma testes bem-sucedidos de míssil hipersônico (VÍDEO)

© AFP 2022 / JASON LEESoldados do Exército de Libertação da China marcham durante a parada militar em hominagem aos 70 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial, Pequim, 3 de setembro de 2015
Soldados do Exército de Libertação da China marcham durante a parada militar em hominagem aos 70 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial, Pequim, 3 de setembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Academia Chinesa de Aerodinâmica Aeroespacial (CAAA) comunicou a realização de testes bem-sucedidos do veículo aéreo hipersônico Star Air-2, fabricado com tecnologia Waverider.

Os mísseis deste tipo possuem um nariz "cuneiforme" que melhora a sustentação em velocidades hipersônicas, utilizando as ondas de choque que surgem durante o voo. De fato, um veículo Waverider desliza pela beira do fluxo de ar criado devido à sua aceleração, escreveu neste sábado (4) a edição russa Russkoe Oruzhie.

De acordo com a edição, o primeiro teste de voo do Star Air-2 foi levado a cabo no dia 3 de agosto no polígono no nordeste da China. O aparelho lançado logo se livrou da carenagem aerodinâmica, ganhou velocidade e ao longo de 10 minutos efetuou manobras no âmbito do programa.

Líderes das duas Coreias, Kim Jong-un e Moon Jae-in, durante encontro na zona desmilitarizada que separa os dois países - Sputnik Brasil
China: ninguém quer repetir Guerra da Coreia
Além da China, os EUA também estão desenvolvendo um aparelho com o uso das tecnologias Waverider. O míssil Boeing X-51 testado pelos norte-americanos demonstrou uma velocidade de 5,1 Mach (cerca de 6.247 quilômetros/hora). 

Anteriormente, surgiram informações não confirmadas de que a China teria testado um míssil aerobalístico antinavio, portado por um bombardeiro estratégico H-6K. Pelo seu propósito e alcance a nova arma é comparável com o míssil hipersônico russo Kinzhal.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала