Japão critica Coreia do Sul por enviar navio para ilhas disputadas

© AP Photo / Korea PoolIlhas disputadas Takeshima (Dokdo) no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste)
Ilhas disputadas Takeshima (Dokdo) no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (3), Tóquio expressou protesto contra Seul quanto a um navio de pesquisa nas águas em torno de pequenas ilhas sul-coreanas contestadas pelo Japão, disse o porta-voz do Gabinete japonês, Yoshihide Suga.

"Nós utilizamos canais diplomáticos para solicitar que a Coreia do Sul explique o curso tomado pelo navio de pesquisa e para protestar severamente contra atividades inaceitáveis executadas sem nosso consentimento", afirmou o porta-voz a repórteres em um briefing.

As autoridades japonesas disseram que o navio foi avistado perto das ilhas Takeshima, conhecidas na Coreia do Sul como Dokdo, entre 1º e 2 de agosto, recusando-se a deixar as águas disputadas, mesmo sob os avisos da guarda costeira japonesa.

As ilhas de Dokdo, também conhecidas como Rochedos de Liancourt, situam-se no mar do Japão. Elas são administradas pela Coreia do Sul desde o término da Segunda Guerra Mundial apesar da contestação japonesa. Tóquio tem disputado com Seul a soberania sobre o território, com ambos alegando que possuem laços históricos com a região.

Navios japoneses - Sputnik Brasil
Japão demonstra novo superdestróier Maya equipado com sistema Aegis (FOTOS, VÍDEO)
Em junho, o governo japonês expressou protesto contra Seul por executar regularmente exercícios militares na disputada área dos Rochedos de Liancourt. Em fevereiro, o Ministério das Relações Exteriores sul-coreano criticou o Japão pelo "Dia de Dokdo" na prefeitura de Shimane e Tóquio, repetindo a pretensão pela disputa do grupo de ilhas.

"O governo da República da Coreia expressa contundente protesto com relação ao fato de que o governo japonês continua reivindicando injustificavelmente Dokdo, como pode ser notado através de um oficial maior do governo central com o provocativo ‘Dia de Dokdo', evento adotado pelo governo provincial do país em 22 de fevereiro, e insta que o evento seja interrompido para sempre", declarou o ministério.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала