WSJ: Rússia dá visto de trabalho a milhares de norte-coreanos

© AP Photo / Andrew Harnik, PoolCidadãos norte-coreanos prestam homenagem às estátuas dos líderes Kim Il-sung e Kim Jong-il, em Pyongyang
Cidadãos norte-coreanos prestam homenagem às estátuas dos líderes Kim Il-sung e Kim Jong-il, em Pyongyang - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está permitindo a entrada de milhares de cidadãos norte-coreanos em seu território e conferindo a eles vistos de trabalho, em potencial violação das sanções impostas pelas Nações Unidas, segundo relatou o Wall Street Journal (WSJ) nesta quinta-feira.

Citando dados do Ministério do Interior russo, o jornal afirmou que mais de 10 mil imigrantes da Coreia do Norte já teriam sido registrados na Rússia desde setembro passado. 

Fidel Castro, no centro, com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Havana, Cuba. Foto de 11 de julho de 2014. - Sputnik Brasil
Rússia e Cuba assinam acordo para facilitar vistos

De acordo com autoridades norte-americanas ouvidas pela publicação, a medida poderia violar as sanções impostas pela ONU a Pyongyang com o objetivo de reduzir o fluxo de dinheiro para a Coreia do Norte e, consequentemente, o volume de recursos disponíveis para o programa nuclear norte-coreano. 

Ainda segundo o jornal, só neste ano, ao menos 700 vistos de trabalho teriam sido dados a cidadãos norte-coreanos na Rússia. 

Procurado por jornalistas do WSJ depois do horário regular de trabalho, o Ministério das Relações Exteriores russo não respondeu a um pedido de entrevista do órgão de mídia. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала