Tóquio quer ajuda da Rússia em disputa com a Coreia do Norte

© Sputnik / Mikhail Klimentiev / Abrir o banco de imagensPresidente russo Vladimir Putin em encontro com premiê do Japão Shinzo Abe
Presidente russo Vladimir Putin em encontro com premiê do Japão Shinzo Abe - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Japão pediu apoio de cooperação da Rússia em relação a casos de sequestros de cidadãos japoneses pela Coreia do Norte, afirmou um oficial do governo japonês nesta quarta-feira (1). A declaração foi dada após visita do ministro das Relações Exteriores do Japão, Taro Ono, a Moscou esta semana.

"A questão dos sequestros foi discutida durante os encontros. Pelo lado japonês, pedimos aos russos apoio e cooperação para resolver a questão. Nós acreditamos que obtivemos um bom entendimento do lado russo sobre essa questão", a secretaria de de imprensa do Ministério das Relações Exteriores do Japão, Takeshi Osuga durante um comunicado na embaixada japonesa de Moscou.

A oficial acrescentou que a questão dos cidadãos japoneses sequestrados pela Coreia do Norte é algo tão importante para o Japão quanto o controle do programa de mísseis norte-coreano.

Navios japoneses - Sputnik Brasil
Japão demonstra novo superdestróier Maya equipado com sistema Aegis (FOTOS, VÍDEO)
Entre os anos de 1997 e 1983, alguns japoneses foram sequestrados por agentes da Coreia do Norte. A qeustão continua não resolvida continua sendo um impedimento nas relações bilaterais entre Tóquio e Pyongyang.

Durante o comunicado, a oficial japonesa recusou o pedido de fornecer mais detalhes sobre os prospectos do encontro entre o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un. O encontro deve acontecer em setembro na cidade russa de Vladivostok.

Abe também deve se encontrar com o presidente russo, Vladimir Putin, durante o Fórum Econômico Oriental, em Vladivostok já no começo de setembro.

A Rússia convidou Kim a visitar o país e participar do do Fórum, ao que os norte-coreanos ainda não confirmaram a participação.

Informações divulgadas na impresa especularam que o governo japonês, representado por Shinzo Abe, aproveitaria a oportunidade para um encontro com Kim Jong-un.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала