Pentágono gastará US$ 300 milhões em exportação de mísseis Javelin a aliados

© AP Photo / Mykhailo MarkivMilitar ucraniano lançando míssil antitanque Javelin durante os primeiros testes dos complexos adquiridos dos EUA
Militar ucraniano lançando míssil antitanque Javelin durante os primeiros testes dos complexos adquiridos dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Pentágono já distribuiu mais de US$ 300 milhões (R$ 1,1 bilhão) para a fabricação de sistemas de mísseis antitanque Javelin que serão exportados em vários países, inclusive para a Ucrânia.

As empresas estadunidenses Raytheon e Lockheed Martin firmaram o contrato com o governo no valor de US$ 300 milhões (R$ 1,1 bilhão) para produzir esses tipos de armamentos para Austrália, Letônia, Taiwan, Turquia, Ucrânia e Estônia. Os trabalhos serão realizados no estado do Arizona e devem ser cumpridos até o fim de agosto de 2021.

Soldado norte-americano em Manbij, norte da Síria, 4 de abril de 2018 - Sputnik Brasil
EUA aumentam orçamento militar para conter 'concorrente' russo
Em 2017, as autoridades norte-americanas aprovaram a venda de armas a Kiev, incluindo os sistemas de mísseis antitanque Javelin. No entanto, Moscou avisou repetidamente a Ucrânia contra esses fornecimentos, pois isso resultaria no aumento da tensão em Donbass (leste da Ucrânia).

Desde abril de 2014 a Ucrânia está imersa em um conflito armado interno que já provocou, de acordo com estimativas da ONU, mais de 10.300 mortes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала