Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ucranianos são condenados a 180 anos de prisão por tráfico de migrantes

Nos siga no
Dois cidadãos da Ucrânia foram sentenciados a 180 anos de prisão cada um após serem condenados por uma corte grega por acusações relacionadas ao contrabando de refugiados.

Serhiy Shvayuk e Petro Lytvynchuk foram julgados no município de Pireu depois de serem detidos em um iate a bordo do qual levavam 63 migrantes.

Imigrantes africanos resgatados no Maranhão recebendo atendimento na área de saúde e documentação - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Brasileiros são presos por tráfico de imigrantes africanos
As acusações incluíram cruzamento ilegal de uma fronteira de país da União Europeia, colocar em risco a vida dos passageiros (porque a embarcação estava lotada), falta de equipamentos de emergência e ausência de licença para comandar o navio. 

"Inicialmente, eles poderiam ficar 630 anos na prisão", disse Zacharias Kesses, advogado dos dois réus, ao Slidstvo.Info. "Durante a leitura do veredito, poderiam ser acrescentados de 10 a 15 anos por cada imigrante ilegal". 

As famílias dos acusados alegam que eles teriam sido enganados na Turquia. A mãe de Lytvynchuk afirmou que a dupla viajou para lá legalmente para trabalhar como capitães em um barco de turismo, mas, chegando ao país, foram forçados a transportar migrantes sob ameaças de violência. 

"Quando a guarda-costeira grega deteve eles, eles não souberam por algum tempo do que estavam sendo acusados", disse ela ao portal. 

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia está protestando. O vice-diretor de Serviços Consulares, Vasyl Kyrylych, contou ao Ukrainska Pravda que suas sentenças ainda podem ser reduzidas, já que a defesa revelou que pretende apelar. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала