Controversa lei de Israel consolida a 'segregação racial', diz Egito

© Sputnik / Kristina Afanaseva / Abrir o banco de imagensBandeira de Israel em Jerusalém
Bandeira de Israel em Jerusalém - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Egito expressou preocupação com a nova legislação aprovada por Israel que define o país como um "Estado para a nação judaica".

Comunicado do Ministério das Relações Internacionais do Egito afirmou que a nova lei "consolida a noção de ocupação e segregação racial e mina as chances de alcançar a paz".

Tanque israelense dispara contra a Faixa de Gaza (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Israel ameaça Gaza com 'operação militar grande e dolorosa'
A chancelaria egípcia diz que a lei também pode afetar o "direito de retorno" dos refugiados palestinos deslocados desde 1948. O documento insta a comunidade internacional a manter os direitos históricos e legais dos palestinos e pressionar pela retomada as negociações e promover os esforços de paz em apoio a dois refugiados e a solução de dois Estados.

O Egito foi o primeiro país árabe a ter um acordo de paz com Israel, em 1979.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала