Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Trump: Putin é pessoalmente responsável por interferência nas eleições dos EUA

© Sputnik / Mikhail Klimentyev / Abrir o banco de imagensEl presidente de EEUU, Donald Trump, y su homólogo ruso, Vladímir Putin
El presidente de EEUU, Donald Trump, y su homólogo ruso, Vladímir Putin - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em entrevista à CBS News em entrevista, transmitida na quarta-feira (18), que considera o presidente russo, Vladimir Putin, pessoalmente responsável pela interferência de Moscou na eleição presidencial de 2016.

"Assim como eu me considero responsável por coisas que acontecem neste país. Então, certamente, como líder de um país, você teria que responsabilizá-lo, sim", disse Trump à CBS News em uma entrevista.

Presidente russo, Vladimir Putin, e o líder norte-americano, Donald Trump, durante o encontro no Palácio Presidencial em Helsinque, Finlândia - Sputnik Brasil
'Eu não quero usar a palavra adversário', diz Trump sobre relações com Rússia
Quando perguntado sobre o que ele disse a Vladimir Putin sobre a questão que tem prejudicado as relações EUA-Rússia, Donald Trump respondeu que o líder russo era "muito forte no fato de que não podemos ter intervenção, não podemos ter nada disso".

Trump acrescentou que sua administração está indo muito bem com a Rússia. O presidente norte-americano também disse que nenhum outro presidente dos EUA foi tão duro quanto ele em relação ao Kremlin e que o presidente russo, Vladimir Putin, sabe disso mais do que ninguém e não está feliz com isso.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, por sua vez, disse que Donald Trump não negou que a Rússia estava tentando influenciar a eleição quando respondeu "não" à pergunta de um repórter, mas simplesmente se recusou a responder qualquer pergunta.

Na segunda-feira, Putin e Trump realizaram sua primeira cúpula formal no palácio presidencial de Helsinque. Os dois líderes discutiram diversas questões de interesse mútuo, bem como alguns problemas internacionais e regionais.

A Rússia tem repetidamente negado quaisquer alegações da suposta interferência na campanha eleitoral dos EUA em 2016 e classificou as acusações de “absurdas”.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала